07/12/2017

CORDEIRO AROMÁTICO

Um pernil recheado com cuscuz marroquino compõe um prato completo e festivo, que dispensa acompanhamentos

O cordeiro marroquino encanta por sua apresentação suntuosa e aromas. O recheio, com cuscuz, amêndoas e especiarias, dispensa acompanhamentos –uma salada de folhas é mais que suficiente. Os temperos que remetem ao Oriente estão todos lá: das sementes de cominho à canela, além de pinole e hortelã. Um prato com toque étnico que, com certeza, é uma alternativa aos tradicionais cardápios de festa.

Dica: antes de fatiar o pernil e levá-lo à mesa, deixe-o descansar por pelo menos 10 minutos, isso impede que ele desmanche

Cordeiro marroquino

(rende de 8 a 10 porções)

INGREDIENTES

½ xíc. (chá) de cuscuz marroquino

1 xíc. (chá) de chá de hortelã

1 pernil de cordeiro desossado

Sal e pimenta-do-reino a gosto

2 col. (chá) de sementes de coentro

2 col. (chá) de sementes de cominho

1 col. (chá) de canela

½ xíc. (chá) de uvas-passas

½ xíc. (chá) de amêndoas picadas

2 col. (sopa) de pinoles

 

PREPARO

Em uma tigela, coloque o cuscuz e despeje sobre ele o chá de hortelã ainda quente. Deixe hidratar. Coloque o pernil em uma tábua e faça cortes perpendiculares, abrindo a peça em formato de manta. Tempere com sal e pimenta. Quando o cuscuz estiver hidratado, junte o restante dos ingredientes, fazendo o recheio. Disponha o recheio sobre a manta de cordeiro e enrole formando um rocambole de carne. Amarre a peça com barbante e leve ao forno preaquecido em temperatura média. Unte a peça com azeite e asse de 40 a 60 minutos, ou até que a carne esteja no ponto de cozimento desejado (bem ou mal passada).

Receita publicada na revista Gastronomia Angeloni – edição Cardápios para Celebrar. Fotos: Rogério Voltan/ Produção: Camile Comandini/ Culinarista: Tatu Damberg.

No Angeloni, você encontra tudo o que precisa para suas receitas. Compre pelo site ou visite uma de nossas lojas.

Com o fim de ano chegando, aumentam também o número de confraternizações: amigo secreto, happy hour com os colegas de trabalho, além, é claro, da ceia de Natal e da festa de ano novo! Uma seleção caprichada de drinques deixa qualquer comemoração ainda mais divertida. Para sair do óbvio de sempre, confira as receitas que sugerimos: sangria, clericot e portônica!

 

Clericot

(rende 1 jarra)

INGREDIENTES

Gelo

1 garrafa de vinho branco seco

1 xíc. (café) de Cointreau

1 xíc. (café) de conhaque

2 maçãs cortadas em fatias

10 morangos grandes picados

1 abacaxi pequeno picado

1 cacho de uvas vermelhas picadas

1 cacho de uvas verdes picadas

3 pêssegos cortados em pedaços

2 col. de açúcar

Portônica

(rende 1 jarra)

INGREDIENTES

Gelo

375 ml de vinho do Porto

dry ou extra dry branco (meia garrafa)

700 ml de água tônica (2 latinhas)

2 limões em rodelas

Sangria

(rende 1 jarra)

INGREDIENTES

1 garrafa de vinho tinto

50 ml de gim

3 latas de club soda

200 ml de suco de laranja

2 maçãs picadas

½ abacaxi picado

Paus de canela para decorar

Gelo

PREPARANDO OS DRINQUES

Todos os drinques são preparados da mesma forma: misture os ingredientes em jarras com gelo e sirva.

Receita publicada na revista Gastronomia Angeloni – edição Cardápios para Celebrar. Fotos: Rogério Voltan/ Produção: Camile Comandini/ Culinarista: Tatu Damberg.

No Angeloni, você encontra tudo o que precisa para suas receitas. Compre pelo site ou visite uma de nossas lojas.

16/11/2017

MASSA INCREMENTADA

A massa da panqueca ganha mais sabor com a adição de aveia e de ervilhas, saindo do lugar-comum, assim como seus recheios

Improvisar nos recheios da panqueca não é, necessariamente, uma novidade. Mas que tal inovar também na massa, trazendo elementos como aveia, ervilhas e outras coisas que saem da mesmice? O resultado surpreende, além de trazer novas camadas de sabor ao prato. Mas de nada adiantaria uma massa diferenciada sem um bom recheio. Por isso, preparamos duas opções distintas –e vegetarianas!– com ingredientes que são puro sabor.

Panqueca de aveia com espinafre, cebola e muçarela de búfala

(rende 5 porções)

PARA MASSA DE AVEIA

½ xíc. (chá) de aveia em flocos

¼ de xíc. (chá) de farinha de trigo branca

½ col. (sopa) de linhaça dourada

1 ovo

½ xíc. (chá) de leite

Sal marinho, orégano e pimenta-do-reino a gosto

Azeite de oliva para untar

 

PARA O RECHEIO

½ maço de espinafre higienizado

200 g de muçarela de búfala

2 col. (sopa) de azeite

1 cebola picada

¼ de xíc. (chá) de aceto balsâmico¼ de xíc. (chá) de açúcar mascavo

Salsinha e cebolinha

picada a gosto

Sal, pimenta-do-reino, noz moscada e tomilho a gosto

½ xíc. (chá) de parmesão ralado

 

PARA O MOLHO

½ kg de tomates maduros sem pele e sem sementes

1 col. (sopa) de azeite de oliva

½ cebola picada

1 cenoura ralada

½ alho-poró picado

1 dente de alho picado

Sal e pimenta-do-reino a gosto

½ maço de manjericão fresco

 

PREPARANDO A MASSA DE AVEIA

Misture todos os ingredientes da massa batendo bem, até ficar homogêneo. Preaqueça a frigideira antiaderente e unte-a com um fio de azeite. Com uma concha, meça a quantidade de massa e despeje na frigideira, preenchendo toda a superfície. Quando a borda começar a soltar da massa, vire-a com a ajuda de uma espátula. Retire quando dourar e repita até acabar a massa.

PREPARANDO O RECHEIO DE MUÇARELA DE BÚFALA

Lave as folhas de espinafre. Cozinhe as folhas em uma panela com água quente por 4 minutos. Escoe, pique as folhas e reserve. Pique a muçarela de búfala e reserve. Em uma frigideira, adicione o azeite e refogue a cebola picada por 1 minuto. Adicione o aceto e o açúcar mascavo e deixe cozinhar por 5 minutos, até que a cebola murche. Acrescente o espinafre. Tempere com sal, pimenta, noz-moscada, salsinha e cebolinha. Espere esfriar antes de colocar a muçarela picada.

PREPARANDO O MOLHO DE TOMATE

Retire a pele dos tomates, corte na metade, retire as sementes e corte em cubos. Em uma panela média, refogue no azeite o tomate com a cebola picada, a cenoura, o alho-poró e o alho até dourar. Tempere com sal e pimenta, deixe em fogo brando por 10 minutos. Adicione um pouco de água e deixe cozinhar por mais 10 minutos em fogo alto, até formar um molho consistente. Corrija o sal se necessário e acrescente as folhas de manjericão. Se preferir, bata o molho no liquidificador para deixar sem pedaços.

 

Panqueca de ervilha com cogumelos e painço

(rende 5 porções)

PARA A MASSA DE ERVILHAS

200 g de ervilhas

3 ovos

2 alhos-porós fatiados

1 xíc. (chá) de farinha de trigo

½ xíc. (chá) de queijo parmesão ralado

Sal, pimenta-do-reino e noz-moscada a gosto

1 xíc. (chá) de salsinha e cebolinha

Azeite de oliva para untar

 

PARA O RECHEIO

200 g de champignon picado

200 g de shiitake fatiado

1 xíc. (chá) de azeite de oliva

 

PREPARANDO A MASSA DE ERVILHA

Misture todos os ingredientes da massa batendo bem até ficar homogêneo. Preaqueça a frigideira antiaderente e unte-a com um fio de azeite. Com uma concha, meça a quantidade de massa e despeje na frigideira, preenchendo toda a superfície. Quando a borda começar a soltar da massa, vire-a com a ajuda de uma espátula. Retire quando dourar e repita até acabar a massa.

 PREPARANDO O RECHEIO DE COGUMELOS

Coloque os cogumelos em um bowl. Tempere-os com ½ xícara de azeite, sal, pimenta, páprica e com as ervas. Deixe marinar por 15 minutos. Salteie em uma frigideira até dourar. Reserve. Cozinhe o painço em uma panela com água por 20 minutos. Escorra e dê um choque térmico com água fria. Misture com os cogumelos e com o restante do azeite. Reserve.

 MONTAGEM DAS PANQUECAS

Recheie os discos de massa com o recheio de sua preferência no meio e enrole formando um charuto. Se preferir, feche com um palito para a massa não abrir. Na hora de esquentar, coloque o molho de tomate por cima das panquecas e esquente no forno convencional ou no micro-ondas por alguns minutos.

Receita publicada na revista Gastronomia Angeloni – edição Me Leve com Você. Fotos: Rogério Voltan/ Produção: Camile Comandini/ Culinarista: Tatu Damberg.

No Angeloni, você encontra tudo o que precisa para suas receitas. Compre pelo site ou visite uma de nossas lojas.

09/11/2017

VERSÃO TURBINADA

Um quibe de forno com um recheio feito para impressionar: refeição que não precisa nem de acompanhamentos

Um dos truques desta receita é que ela não utiliza a carne crua, mas já refogada em azeite. Assim, tanto o trigo quanto as ervas e os temperos são incorporados à carne ainda quente,

o que diminui o tempo de forno. O recheio, feito com uma mistura de ricota, espinafre, champignon e alho-poró douradinho no azeite, garante os nutrientes que fazem desta receita uma refeição completa. Leve uma saladinha de folhas e pronto! O almoço está servido.

Dica: hidrate o trigo usando 1 xícara e meia de água morna para cada xícara de trigo. Com essa proporção, o trigo absorverá toda a água e você nem precisará espremer para retirar o excesso

Quibe de forno recheado de ricota, cogumelo e espinafre

(rende 6 porções)

 

INGREDIENTES

PARA O RECHEIO

200 g de ricota ralada

Sal e pimenta síria

¼ de xíc. (chá) de azeite de oliva

2 alhos-porós fatiados

2 dentes de alho picados

1 maço de espinafre higienizado, folhas soltas e talos picados

200 g de champignon fresco fatiado

¼ de xíc. (chá) de salsinha picada

 

PARA O QUIBE

500 g de carne moída

½ xíc. (chá) de azeite de oliva + um pouco para untar

2 cebolas roxas cortadas em cubos pequenos

¼ de xíc. (chá) de salsinha

¼ de xíc. (chá) de hortelã

¼ de xíc. (chá) de cebolinha picada

1 xíc. (chá) de trigo para quibe hidratado

Sal e pimenta síria a gosto

1 xíc. (chá) de castanhas-do-pará tostadas e picadas

PREPARANDO O RECHEIO

Em uma peneira, passe a ricota ralada com uma colher de sopa até que fique lisa. Tempere com sal e pimenta. Em uma panela grande, coloque no azeite de oliva o alho-poró e o alho até dourar. Adicione o espinafre e o cogumelo, salteie por alguns minutos, acrescente a salsinha e corrija os temperos. Misture à ricota e reserve.

PREPARANDO O QUIBE

Refogue a carne em um fio de azeite até dourar. Retire do fogo e adicione a cebola, as ervas, o trigo, os temperos e o restante do azeite. Unte uma assadeira retangular com um fio de azeite, espalhe metade da massa e aperte bem. Cubra com o recheio e finalize com o restante da massa.

Salpique as castanhas e asse por 20 minutos em forno preaquecido a 200°C. Você pode fazer versões individuais: ao montar, faça pequenos discos de massa, coloque um pouco de recheio dentro e cubra com mais massa, fechando bem.

Receita publicada na revista Gastronomia Angeloni – edição Me Leve com Você. Fotos: Rogério Voltan/ Produção: Camile Comandini/ Culinarista: Tatu Damberg.

No Angeloni, você encontra tudo o que precisa para suas receitas. Compre pelo site ou visite uma de nossas lojas.

03/11/2017

Azedinho doce

O adocicado pão de nozes caseiro  contrasta perfeitamente com a acidez  da salada de maçã e a suavidade do brie

Pão de nozes com salada de maçã verde e queijo brie

(Rende 4 porções)

 

INGREDIENTES

PARA O PÃO DE NOZES

2 sachês de fermento biológico seco

4 xíc. (chá) de água filtrada morna

½ xíc. (chá) de açúcar mascavo

700 g de farinha de trigo branca

300 g de farinha de trigo integral

1 col. (sopa) de sal

½ xíc. (chá) de azeite de oliva

150 g de nozes picadas

½ xíc. (chá) de uvas-passas

 

PARA O MOLHO

¼ de xíc. (chá) de iogurte natural

½ xíc. (chá) de azeite de oliva

2 col. (sopa) de mostarda dijon

1 col. (sopa) de mel

½ xíc. (chá) de hortelã

1 pedra de gelo

 

PARA A SALADA

1 maço de rúcula

4 rabanetes fatiados finamente

1 maçã verde cortada em fatias finas

Suco de 1 limão-siciliano

100 g de queijo brie

Molho para salada

Pão de nozes

 

PREPARANDO O PÃO DE NOZES

Em um bowl, misture o fermento biológico seco, 1 xícara de água filtrada morna e o açúcar mascavo, e misture até todos os ingredientes dissolverem. Reserve. Em uma tigela, misture as farinhas, o sal e acrescente a mistura do fermento. Misture bem. Acrescente o restante da água e misture a massa com as mãos até obter uma farofa. Adicione o azeite e misture até formar uma massa pegajosa. Transfira a massa para uma bancada e sove até ficar homogênea. Acrescente as nozes e as uvas-passas e sove até incorporar. Divida a massa em quatro partes iguais, faça uma bola com cada uma delas e cubra com plástico-filme. Deixe descansar por 20 minutos. Faça

tiras compridas com cada porção de massa. Dê um nó em cada tira, formando um anel, com bastante sobra de massa nas duas pontas. Passe essas sobras em torno do anel, formando uma roseta. Cubra com um plástico-filme e deixe fermentar por cerca de 1 hora, ou até dobrar de volume. Asse em forno preaquecido a 180°C por cerca de 50 minutos. Retire do forno e deixe esfriar até o consumo.

PREPARANDO O MOLHO

Misture todos os ingredientes até que o molho fique cremoso e homogêneo.

PREPARANDO A SALADA

Higienize a rúcula, seque e cortes em fatias menores. Regue as fatias de maçã com o suco do limão-siciliano para não escurecer. Misture as folhas com a maçã e o rabanete. Fatie o queijo brie. Monte o sanduíche com o pão, a salada, o queijo e o molho.

 Receita publicada na revista Gastronomia Angeloni – edição Me Leve com Você. Fotos: Rogério Voltan/ Produção: Camile Comandini/ Culinarista: Tatu Damberg.

 No Angeloni, você encontra tudo o que precisa para suas receitas. Compre pelo site ou visite uma de nossas lojas.

Página 1 de 11912345102030...Última »