20/07/2011

Cozinha sentimental

A hora de cozinhar com “emoção”

De tempos em tempos, uma nova tendência toma conta dos restaurantes mais badalados de todo o mundo. Depois da culinária molecular – criada pelo chef catalão Ferran Adriá, que instigava o paladar ao confundir texturas e alimentos de maneira pouco usual –, agora é a vez da cozinha sentimental.


Essa tendência faz do restaurante quase uma extensão de sua própria casa, um local que remeta à infância e às sensações de bem-estar que a ‘comida da mamãe’ deixava. Ingredientes naturais – muitas vezes orgânicos –, receitas simples e temperos de casa são as principais características desse novo jeito de cozinhar.

Conheça alguns restaurantes do Brasil e do mundo que apostam no conceito:

Noma (Copenhague, Dinamarca)

O restaurante do chef René Redzepi ganhou o título de melhor do mundo pelo segundo ano consecutivo na revista Restaurant. Um dos precursores da culinária sentimental, investe em receitas típicas de seu país, em fornecedores locais e investe em um cardápio com inovação sem perder as raízes do seu povo.

www.noma.dk

Mugaritz (Errenteria, Espanha)

Outro estrelado restaurante europeu, o Mugaritz tem um cardápio que usa apenas alimentos da temporada e produtos frescos encontrados no dia. Os pratos são elaborados e os sabores e texturas cuidadosamente pensados para que os comensais tenham experiências únicas. O chef Andoni Luis Aduriz  é considerado uma revelação no mundo da gastronomia.

www.mugaritz.com

Dona Onça (São Paulo)

O cardápio do restaurante em São Paulo aposta na culinária brasileira, e é quase todo preparado na panela de pressão. A chef Janaína Rueda usou como base para o menu as refeições que preparava para o marido, o também chef Jefferson Rueda.  Rabada, bife à role e strogonoff podem ser degustados no local.

www.bardadonaonca.com.br

DICA

Se você acredita na culinária sentimental, não pode perder o programa The Delicious Miss Dahl, exibido no Brasil pelo canal por assinatura Fox Life. Na atração, a chef Sophie Dahl aproveita seu humor do dia para mostrar seus talentos culinários e encantar com deliciosas receitas.

2 comentários

  • Edson de Souza - 20 de julho de 2011

    Acho que esses serviços do ANGELONI estão prestes a desaparecer. Pois a nova politica de estaciosamente que adotou preços absurdos, tipo R$ 5,00 por hora parado.
    Motiva o consumidor a sair o mais rapido possivel dessa arapuca.


    • Angeloni - 22 de julho de 2011

      Olá, Edson.

      A cobrança só acontece em lojas onde o estacionamento é usado para outros fins que não o de fazer compras. Os nossos clientes que apresentam cupom fiscal de compra de determinado valor por número de horas são isentos de pagamento. A cobrança é uma proteção ao cliente, que sempre encontrará vagas quando fizer suas compras.

      Obrigado.


Deixe seu comentário