Figo e presunto cru fazem uma das duplas que sempre arrancam elogios. Portanto, se você procura uma receita prática e que cause grande efeito, vá sem medo neste GARGANELLI AO CREME DE FIGOS SECOS COM PRESUNTO CRU! O garganelli é uma massa que lembra um penne, porém com ranhuras em sua superfície -o que facilita a aderência do molho! Já o figo seco traz sabores mais concentrados, além de firmeza ao creme. Quer testar logo essa receita? Ela está na nossa Gastronomia (edição Cardápios de Festas) ou confira abaixo o passo a passo:


Ingredientes

2 colheres (sopa) de manteiga

½ cebola roxa picada

1 xícara (chá) de figos secos picados

120 g de creme de leite fresco

Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

200 g de massa tipo garganelli

200 g de presunto cru

Figos frescos para servir

 

Preparo

Em uma panela, derreta a manteiga e refogue a cebola. Junte os figos e mexa bem. Despeje o creme de leite e deixe levantar fervura. Quando estiver cremoso, desligue e ajuste o sal e a pimenta. Cozinhe a massa conforme as instruções da embalagem. Sirva em seguida com o creme de figos, as lascas de presunto cru e os figos frescos cortados.

19/09/2019

Jambalaya

A jambalaya é uma espécie de paella típica do sul dos Estados Unidos, que mistura carnes e frutos do mar com arroz e diversas pimentas. Quando reunidos na finalização com o arroz, os diversos tipos de carne e temperos resultam em um caldo rico e potente. Este é um dos pratos mais emblemáticos da cozinha cajun-creole, que nasceu da tradição das cozinhas francesa, espanhola e africana. Por ser um prato completo, dispensa qualquer acompanhamento.

INGREDIENTES

1 colher (sopa) de azeite

1 cebola picada

2 dentes de alho picados

500 g de frango em cubos

250 g de linguiça calabresa curada

2 colheres (sopa) de extrato de tomate

1 lata de tomate pelado

2 xícaras (chá) de caldo de frango

1 xícara (chá) de arroz

2 pimentas-malaguetas picadas

1 colher (chá) de pimenta-calabresa

1 colher (chá) de pimenta-verde picada

1 colher (chá) de pimenta-branca moída

1 colher (chá) de pimenta-do-reino moída

1 colher (chá) de orégano

1 colher (chá) de louro em pó

400 g de camarões limpos

Sal a gosto

2 talos de cebolinha picados

PREPARO

Em uma panela grande, aqueça o azeite e frite a cebola e o alho. Adicione o frango e a linguiça e frite até dourar. Acrescente o extrato de tomate, os tomates, o caldo de frango, o arroz, as pimentas, o orégano e o louro. Deixe ferver, abaixe o fogo e tampe. Cozinhe por 20 minutos, ou até o arroz estar macio. Adicione os camarões, tempere com sal, tampe e cozinhe por mais 3 minutos, ou até os camarões estarem cozidos. Retire do fogo e salpique com a cebolinha picada. Sirva em seguida.

Receita publicada na revista Gastronomia Angeloni – ed. Originalidade à Mesa. Fotos: Rogério Voltan/ Produção: Camile Comandini/ Culinarista: Tatu Damberg

INGREDIENTES

1 couve-flor grande

1 cebola ralada

1 e ½ xícara (chá) de avelãs picadas

1 pau de canela

3 xícaras (chá) de leite desnatado

2 xícaras (chá) de creme de leite

Sal a gosto

PREPARO

Corte a couve-flor em pedaços pequenos e cozinhe com a cebola ralada, ½ xícara de avelãs e a canela no leite até a couve ficar macia. Mantenha o fogo baixo e mexa de vez em quando para não transbordar. Retire a canela, reserve metade da couve-flor e bata o restante no liquidificador ou no mixer. Volte à panela e adicione o creme de leite aos poucos, ajustando até obter a consistência desejada. Misture o restante da couve-flor, ajuste o sal e sirva com o restante da avelã picada.

RENDIMENTO: 4 porções

DICAS: Avelãs tostadas são um ótimo aperitivo. Basta levá-las ao forno em fogo alto por 5 minutos. O processo também facilita a retirada da pele, caso prefira sem.

Receita publicada na revista Gastronomia Angeloni – ed. Sabores Intensos. Fotos: Rogério Voltan/ Produção: Camile Comandini/ Culinarista: Tatu Damberg

O amendoim é uma das oleaginosas mais populares no Brasil, sendo consumido cozido ou torrado como aperitivo e em doces como paçoca, pé de moleque e no recheio de bombons e diversos doces. Resgatamos aqui a sua utilização no preparo de um bolo de liquidificador, utilizando uma forma alta com furo para valorizá-lo ainda mais. Incrementamos a receita adicionando uma irresistível cobertura de doce de leite e um toque de flor de sal, que dá um contraste bem interessante na textura e no sabor final.

INGREDIENTES

PARA A MASSA

1 xícara (chá) de amendoim torrado, sem pele e sem sal

3 xícaras (chá) de farinha de trigo

3 ovos

2 xícaras (chá) de açúcar demerara

100 g de manteiga (½ tablete)

1 xícara (chá) de leite

1 colher (chá) de canela em pó

1 colher (sopa) de fermento em pó

Manteiga e farinha para untar

PARA A COBERTURA

400 g de doce de leite

1 creme de leite em caixinha (200 g)

½ colher (sopa) de flor de sal

PREPARO

PREPARANDO A MASSA

Triture o amendoim no liquidificador. Em uma tigela, misture com a farinha e reserve. Coloque no liquidificador os ovos e o açúcar e bata até homogeneizar. Adicione a manteiga, batendo até misturar bem. Depois, adicione o leite, a canela e o fermento. Incorpore a mistura de amendoim com farinha aos poucos. Caso a massa fique muito densa, termine de adicionar a mistura fora do liquidificador, em uma tigela. Despeje a massa em uma forma de bolo untada com manteiga e farinha. Asse em forno preaquecido em temperatura média (180°C) por cerca de 45 minutos, ou até dourar e assar por completo.

PREPARANDO A COBERTURA

Coloque o doce de leite na batedeira e ligue na velocidade mínima. Adicione o creme de leite aos poucos, até obter a consistência desejada (mole o suficiente para derramar em cima do bolo). Salpique a flor de sal na hora de servir

DICA: para torrar os amendoins, distribua-os em uma assadeira e leve ao forno preaquecido a 180 °C por 20 minutos. Espere esfriar para tirar a casca

Receita publicada na revista Gastronomia Angeloni – ed. Sabores Intensos. Fotos: Rogério Voltan/ Produção: Camile Comandini/ Culinarista: Tatu Damberg

O tradicional ato de pingar limão na carne de porco mostra como esta combinação clássica é perfeita. Em nossa receita, apresentamos a carne envolta em um sedoso creme cítrico feito com limão e erva-cidreira. A carne na pressão fica macia e absorve os sabores da marinada, que depois é reduzida até formar o encorpado molho. O cuscuz marroquino que acompanha o prato tem sabor sutil, texturas interessantes e se mostra a base perfeita para absorver o gostoso molho do preparo.

INGREDIENTES

PARA A CARNE

1 peça de alcatra suína limpa (aproximadamente 1 kg)

Suco de 2 limões

1 cebola ralada

1 talo de erva-cidreira dobrado e amarrado com barbante

3 dentes de alho ralados

300 ml de cerveja de trigo

1 l de creme de leite fresco

Sal e pimenta-do-reino a gosto

PARA O CUSCUZ

350 ml de caldo de legumes

250 g de cuscuz marroquino

3 colheres (sopa) de manteiga

¼ de xícara (chá) de uvas-passas pretas

½ xícara (chá) de amêndoas laminadas

Sal e pimenta-do-reino a gosto

PREPARO

PREPARANDO A CARNE

Acomode a carne em um recipiente com o suco de limão, a cebola ralada, a erva-cidreira, o alho ralado e a cerveja. Deixe marinar do dia para a noite, virando às vezes, se possível. Coloque a carne e a marinada na panela de pressão. Feche e deixe cozinhar na pressão por 1 hora. Desligue o fogo e espere perder a pressão. Abra a panela, acrescente o creme de leite e deixe cozinhar até o molho espessar. Tempere com sal e pimenta a gosto. Sirva a alcatra fatiada com o molho.

PREPARANDO O CUSCUZ

Ferva o caldo de legumes. Coloque o cuscuz em uma tigela e despeje o caldo quente. Deixe hidratar por 10 minutos. Em fogo baixo, derreta a manteiga e nela refogue brevemente as passas e as amêndoas. Adicione o cuscuz e tempere com sal e pimenta. Sirva quente ou frio.

Receita publicada na revista Gastronomia Angeloni – ed. Sabores Intensos. Fotos: Rogério Voltan/ Produção: Camile Comandini/ Culinarista: Tatu Damberg

Página 1 de 31112345102030...Última »