Sem utilizar nenhum ingrediente de origem animal, a culinária vegana vem surpreendendo os paladares com receitas saudáveis, saborosas e requintadas

É possível ter pratos deliciosos sem nenhum ingrediente de origem animal? Nada de carne, peixe, ovos, leite, nem mel? Claro que sim!!!

Além das verduras e legumes orgânicos, a culinária vegana usa e abusa da diversidade e dos benefícios de cereais, leguminosas, sementes e frutas que, juntos ou separados, resultam em pratos saborosos e proporcionam os nutrientes essenciais para a saúde.

Combinando diferentes ingredientes, texturas, cores e sabores, a culinária vegana vem conquistando novos adeptos não só por ser uma alimentação saudável, mas também porque pode ser sofisticada e muito saborosa.

Confira algumas receitas:


VOL-AU-VENT DE ALHO-PORÓ E COGUMELOS

Ingredientes 

Para a massa

500g de farinha integral

300g de margarina vegana 100% vegetal

200ml de água gelada (ou o suficiente para dar elasticidade à massa)

Sal a gosto

Para o recheio

2 e ½ xícaras (chá) de alho-poró em rodelas

100g de cogumelos Paris levemente cozidos

½ cebola

1 colher (sopa) de salsinha picada grosseiramente (para decoração do prato)

1 xícara (chá) de azeitonas verdes cortadas em lâmina (para decoração do prato)

1 xícara (chá) de nozes picadas (para decoração do prato)

Sal a gosto

Preparo

Para a massa

Misture bem a farinha e o sal e depois peneire. Adicione 100g da margarina, que deve estar gelada, e amasse. Aos poucos, vá colocando a água gelada e amassando até conseguir uma massa lisa. Deixe na geladeira por 30 minutos. Abra a massa, coloque mais 100g de margarina, amasse um pouco, estique, dobre a massa e leve novamente para a geladeira por mais 30 minutos. Novamente, tire da geladeira, coloque a margarina restante, amasse um pouco, estique, dobre a massa e leve novamente para a geladeira por mais 30 minutos. Abra a massa, corte em círculos cheios (6cm de diâmetro) e em outros “vazados” (também 6cm de diâmetro). A ideia é colocar o círculo cheio por baixo e os vazados por cima, formando um “copinho”. Leve ao forno médio em uma forma untada com margarina vegetal e farinha integral. Deixe dourar, retire e ponha o recheio.

Para o recheio

Refogue em margarina vegetal as rodelas de alho-poró e tampe a panela até que fiquem macias. Coloque, a seguir, a cebola e os cogumelos cozidos e refogue levemente. Espere esfriar e bata no liquidificador. Ponha o recheio na massa e enfeite com a salsa, rodelas finas de azeitonas e pedacinhos de nozes.

 

MOQUECA DE BANANA

Ingredientes 

5 bananas da terra orgânicas, maduras e cortadas em tiras compridas

4 colheres (sopa) de óleo de coco

1 limão tahiti

1 e 1/2 xícara (chá) de leite de coco

1 xícara (chá) de palmito cortado em rodelas

1 cebola cortada em cubos

½ cebola roxa cortada em rodelas

1/2 pimentão verde orgânico cortado em cubos para refogar

1/2 pimentão verde orgânico em rodelas (para finalização)

1/2 pimentão amarelo orgânico em rodelas

2 tomates orgânicos fatiados

2 colheres (sopa) de azeite de dendê

2 colheres (sopa) de gengibre picado

Coentro a gosto

Alho a gosto

Sal a gosto

Pimenta a gosto (opcional)

Fitas de coco fresco (para decorar o prato)

Preparo

Corte as bananas em tiras e deixe de molho no limão. Refogue, no óleo de coco, a cebola, alho e pimentão verde. Adicione o gengibre. Coloque, por cima desse refogado, as bananas, o palmito, a cebola roxa, rodelas de tomate, rodelas do pimentão verde e do amarelo, o coentro, o leite de coco e o sal (pimenta a gosto é opcional) e deixe cozinhar por 10 minutos em fogo baixo. Finalize com o óleo de dendê e as fitas de coco fresco.

 

PEPINO RECHEADO COM TOFU E ERVAS

Ingredientes

4 pepinos japoneses

200g de tofu

Tomilho fresco (reserve ramos para decorar)

Manjericão fresco

Salsinha fresca

Azeite de oliva extravirgem orgânico a gosto

Sal a gosto

Preparo

Sem tirar a casca do pepino, corte-o em 3 pedaços e, delicadamente, retire só as sementes com o auxílio de uma faca fina. Para fazer o creme, bata no liquidificador o tofu, o azeite, o manjericão, o tomilho e a salsinha e salgue a seu gosto. Ponha o creme em um saco de confeiteiro e vá recheando os pepinos. Finalize com raminhos de salsa ou de tomilho ou de manjericão.

 

CRÈME DE FRUITS

Ingredientes

4 maçãs grandes, descascadas e picadas

2 xícaras (chá) de ameixas secas picadas

2 batatas-doces cozidas e picadas

2 colheres (café) de essência de baunilha

Coco fresco bem ralado (para finalização)

Frutas vermelhas para decorar (sugestão: amoras, mirtilo, framboesa ou cereja)

Preparo

Coloque em uma panela a batata-doce cozida, as maçãs e as ameixas e deixe cozinhar por 5 minutos. Bata no liquidificador com a essência de baunilha. Coloque em taças para sobremesa e salpique o coco ralado (quase em pó) e decore com frutas vermelhas de sua preferência.

No Angeloni você encontra tudo para incrementar seu cardápio. Visite nossas lojas ou compre pelo site.

22/11/2016

Pitadas de saúde

Temperos naturais substituem o sal de forma mais saudável e gostosa

“Me passa o sal!”? Quantas vezes, à mesa, a gente ouviu essa pergunta?  O problema não é se a comida está insossa ou não. O drama é que o brasileiro consome mais que o dobro de sódio (o mineral presente no sal) que o recomendado pelos médicos. E aí que mora o perigo. O excesso de sal aumenta a pressão arterial, sobrecarrega os rins e desidrata as células, provocando um envelhecimento precoce.

O lado bom dessa história é que existe uma lista enorme de temperos naturais que dão aquele gostinho especial e criativo às nossas refeições do dia a dia. Além dos tradicionais alho, cebola, pimenta, salsa e cebolinha _que são extremamente saudáveis e que não podem faltar na nossa dieta_, selecionamos outros 10 que, além de saborosos, dão um charme especial ao prato.

 

AÇAFRÃO

É bom porque: tem propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e antibacterianas. É ótimo para o coração e desintoxica o fígado.

Vai bem em: temperos de carnes, refogados, arroz, galinhada, risoto com queijo ralado,  ovos mexidos, picles e molhos de salada. A cor dourada do açafrão deixa o alimento mais atrativo, e o sabor exótico é picante.

 

ALECRIM

É bom porque: também tem ação antioxidante, anti-inflamatória e antibacteriana. Perfeito para estimular a digestão e combater os vírus da gripe.

Vai bem em: molhos, ensopados, batatas assadas, queijo cheddar, salada fria de ravióli, para salpicar na massa de pão antes de ir ao forno, nos temperos de aves, peixes e carne de porco. Deixa um perfume inconfundível nos alimentos e seu sabor é levemente picante.

 

COENTRO

É bom porque: é fonte de ferro e de vitaminas A, C e do complexo B. Melhora a digestão e previne flatulências (gases).

Vai bem em: caldos de peixe, ceviche, moquecas, frutos do mar, baião de dois, patê de berinjela e guacamole. Por ter um aroma forte e ser delicado, é sempre bom não picá-lo muito e colocá-lo só na finalização do prato.

 

GENGIBRE

É bom porque: atua como antioxidante e anti-inflamatório. Perfeito para quem quer perder uns quilinhos e previne doenças do estômago.

Vai bem em: caldos, sopas, frango xadrez, em conservas, em peixes grelhados, saladas frias, refogados de legumes e verduras; em pó é usado em biscoitos, bolos e pães. De sabor único e intenso, é uma combinação sutil de picante com doce.

 

HORTELÃ

É bom porque: age como antioxidante e é analgésica. Colabora com o bom funcionamento da digestão e tem efeito relaxante.

Vai bem em: tempero de saladas frias de rúcula, pepino, ervilha ou grão de bico, creme para frangos grelhados ou assados, sopa de legumes, molhos, tabule, kebab, quibe cru e coalhadas. Além do perfume famoso, suas folhas delicadas enfeitam qualquer prato.

 

LOURO

É bom porque: fornece cálcio, ferro e vitaminas A, B, C e D. Contribui para redução de gordura do corpo e eliminação de líquidos.

Vai bem em: caldo de feijão, canja de galinha, sopa de lentilha, risoto de camarão, carnes recheadas, peixe ensopado, vinagrete com frutos do mar, em molho branco e de tomate, marinadas, picles e água do cozimento de massas. A folha seca libera o sabor aos poucos, por isso quanto mais tempo ela ficar no alimento, melhor será o resultado.

 

ORÉGANO

É bom porque: é abundante em nutrientes, como cálcio, ferro e vitamina K. Colabora na eliminação de toxinas do corpo, evitando inchaços e variações de peso.

Vai bem em: tomates em geral (saladas e molhos), queijos, omeletes, berinjelas, batatas assadas ou fritas, pratos à parmegiana, vegetais refogados, salada de couve e torta de legumes. Fundamental na culinária italiana, pode ser usado tanto fresco como na versão desidratada.

 

MANJERICÃO

É bom porque: possui poder antioxidante e é rico em vitamina C. Combate o cansaço e retarda o envelhecimento das células.

Vai bem em: molho pesto, molho de tomates, patê com queijo fresco, omelete, cozidos de coxa de frango, sopa de legumes, bacalhau, condimento em saladas frias e tempero de carnes vermelhas. Aromático e de folhas delicadas, fica sempre melhor se as folhas frescas forem colocadas na finalização do prato.

 

SÁLVIA

É bom porque: contém antioxidantes e vitaminas A, B, C e E. Revigora as energias e ajuda a emagrecer.

Vai bem em: carnes gordurosas, vitela, peru e peixes, preparação de embutidos, queijo fresco, molhos picantes, panqueca, polenta, farofa de castanhas e salada com cogumelos ou berinjela. O sabor é forte, mas refrescante, e o ideal é dar preferência para as folhas frescas.

 

TOMILHO

É bom porque: funciona como um antibiótico natural, diurético e digestivo. Combate o estresse e impede a formação de gases

Vai bem em: ensopados de carnes e peixes, frutos do mar, lombo assado, costelinha de porco frita, arroz de forno, sopas de legumes ou de lentilhas ou de feijão branco, batatas assadas, refogados de abóbora, frango grelhado, molhos para salada e aromatizante de vinagre. Lembra um pouco o orégano, tem sabor cítrico e faz parte de pratos elegantes da gastronomia francesa.

No Angeloni, você encontra tudo o que precisa para as suas receitas. Compre pelo site ou viste uma de nossas lojas

Refrescantes, com aromas de frutas e flores, os espumantes e os vinhos branco, rosé, verde e tintos leves combinam deliciosamente com dias quentes 

As temperaturas já estão aumentando, mas não é por isso que os vinhos devem voltar para as adegas e ficar esperando por noites frias. O verão também é ideal para desfrutar de todo sabor, aroma e textura da bebida que é sinônimo de elegância e bom gosto.

Quando a temperatura sobre, os vinhos que vão às taças devem ser leves, refrescantes, mais ácidos, com aromas e sabores de frutas ou flores, jovens (safra recente) e de menor teor alcoólico. Com essas características, eles são facilmente harmonizados com pratos adequados para climas quentes, mas podem também ser servidos com aperitivos e até sobremesas.

Para facilitar a sua escolha do vinho perfeito e a harmonização ideal, fizemos uma tabela dos mais indicados para os dias quentes:

Na Adega Angeloni você encontra o rótulo perfeito para a ocasião desejada. Visite nossas lojas ou compre pelo site.

O sabor único, as qualidades nutricionais e a versatilidade fazem do azeite de oliva extravirgem um dos ingredientes mais utilizados no mundo da gastronomia

Na culinária mediterrânea, ele impera soberano. O sabor, aroma e textura inconfundíveis do azeite de oliva são capazes de transformar até a mais simples das receitas em um prato glamoroso. Produzido a partir das azeitonas, rico em gorduras do bem, ele é extremamente versátil e, hoje, vai muito além de temperar saladas e fazer a famosa dupla com o bacalhau.

A coloração do azeite varia entre o dourado e o esverdeado dependendo do tipo de azeitona usada e do seu processo de fabricação. Os níveis de acidez também são diversificados e quanto menor for esse índice mais qualidade o azeite tem. O azeite extravirgem possui acidez menor que 0,8% e é exatamente por isso que é considerado de excelência e o que apresenta mais benefícios para a saúde.

Com o azeite de oliva extravirgem, os grandes chefs da gastronomia têm levado às mesas delícias que vão das entradas até as sobremesas. Duvida? Então faça e experimente as delícias que sugerimos abaixo.

PEIXADA DE DOURADO AO AZEITE

Ingredientes

1 quilo de dourado em postas

100 ml de azeite de oliva extravirgem

3 cenouras grandes cortadas em cubos

6 batatas médias cortadas em cubos

2 xícaras (chá) de abóbora cabotiá cortada em cubos

3 tomates cortados em rodelas

1 cebola grande cortada em rodelas

1 pimentão verde cortado em rodelas

1 pimentão vermelho cortado em rodelas

1 pimentão amarelo cortado em rodelas

Alho a gosto

Manjericão fresco a gosto

Alecrim fresco a gosto

Pimenta-do-reino a gosto

Sal a gosto

200 ml de água (caso seja necessário)

Preparo

Cubra o fundo de uma panela grande com azeite e refogue levemente o alho. Ponha uma camada de batatas, abóboras e cenouras. Em cima dessa camada, faça outra com as postas do dourado. Em cima dela, uma camada de tomates e cebolas. A seguir, outra camada com os pimentões verde, amarelo e vermelho. Jogue por cima azeite a gosto, a pimenta, o sal e o alecrim. Continue fazendo as camadas. Primeiro as batatas, cenouras, abóboras. Depois tomate, cebola, pimentões. Cubra com azeite, alecrim, pimenta e sal. Tampe a panela e leve ao fogo (sempre baixo). Se for necessário, vá acrescentando água aos poucos. O peixe estará pronto no prazo de mais ou menos 1 hora. Decore com as folhas de manjericão.

PÃO DE AZEITE 

Ingredientes

1 colher (sopa) de azeite de oliva extravirgem

2 xícaras de farinha de trigo

1 tablete de fermento biológico

1 xícara (chá) de leite morno

1 colher (sopa) açúcar

1 colher (café) de sal

Preparo

Comece diluindo o fermento e o açúcar em meia xícara de leite morno e deixe essa mistura descansar por 10 minutos. Passado esse tempo, adicione na mistura meia xícara de leite morno e o azeite, mexendo bem. A seguir, junte o sal e a farinha de trigo e vá misturando e fazendo movimentos como se fosse fazer uma bola. Em uma superfície lisa, polvilhe farinha de trigo e continue a enrolar a massa até que ela não grude mais nas mãos. Coloque essa “bola” em uma assadeira enfarinhada e deixe a massa descansar até que ela dobre de tamanho (mais ou menos 1 hora). Finalmente, polvilhe a massa com farinha de trigo, faça um “x” bem no centro da bola e leve para assar em forno preaquecido a 210 °C até o pão ficar dourado.

DOCINHO DE LEITE CONDENSADO E AZEITE

Ingredientes

1 lata de leite condensado

2 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem suave

1 gema de ovo

Chocolate branco granulado ou coco ralado

 Preparo

Em uma panela, antes de levar ao fogo, misture bem o leite condensado, o azeite e, a seguir, a gema de ovo. Leve ao fogo e mexa sem parar até a massa começar a desgrudar da panela. Desligue o fogo e espere esfriar. Com a massa totalmente fria, faça “bolinhas” – como se fosse um brigadeiro – e jogue no chocolate branco granulado ou no coco ralado.

No Angeloni você encontra vários tipos de azeites. Visite nossas lojas ou compre pelo site.

Eles são tudo de bom: gostosos, refrescantes, energéticos e ainda ajudam a emagrecer

Vem chegando o verão e todo mundo quer estar com aquele shape para exibir na estação mais quente do ano. Uma das formas mais gostosas para perder os quilinhos extras é incluir no dia a dia os sucos detox e antioxidantes.

Misturando frutas, temperos e legumes, com funções antioxidantes, termogênicas e desintoxicantes, dá para preparar vários sucos deliciosos que garantem boas doses de energia e ainda ajudam a emagrecer.  Apesar de saudáveis, os sucos não devem ser a única fonte de alimentação durante o dia. O ideal é tomar um copo logo de manhã e outro no lanche da tarde, ou substituindo o jantar.

Sucos detox

São perfeitos para fazer aquela “faxina” no organismo. Como auxiliam o intestino a funcionar melhor, as toxinas passam a ser eliminadas do corpo, os inchaços diminuem.

Suco detox “abaixo o inchaço”

Bata no liquidificador: 1 folha de couve, 2 rodelas de abacaxi, 6 folhas de hortelã, 100ml de água de coco, suco de um limão siciliano, 1 colher (sopa) de gengibre picado.

Suco detox “engana fome” (sensação de saciedade)

Bata no liquidificador: 1 pepino, 2 kiwis, 1 maçã, 1 folha de couve (ou 1 xícara (chá) de espinafre), 2 colheres (sopa) de salsinha, 1 copo de água, 1 colher (sopa) de gengibre picado.

Suco detox “acelera metabolismo”

Bata no liquidificador: 1 cenoura, 1 folha de couve, 6 folhas de hortelã, 1 colher (sobremesa) de quinoa em flocos, 200ml de suco de laranja (ou de melão), 1 colher (sopa) de gengibre picado.

Sucos antioxidantes

Também auxiliam no bom funcionamento do intestino e, portanto, dão aquela forcinha na hora de emagrecer. O seu diferencial está nos ingredientes antioxidantes que colaboram para uma pele e cabelos mais bonitos, além de ajudar a prevenir algumas doenças

Suco antioxidante, “xô, envelhecimento precoce”

Bata no liquidificador: 150 g de morango, 20 g de uva vermelha ou roxa sem caroço, 50 g de framboesa, 1 colher (sopa) de chia e 150 ml de água (ou de suco de melancia).

Suco antioxidante “barriguinha chapada”

Bata no liquidificador: 2 fatias de mamão, 1 manga, 1 cenoura, 100ml de água (ou 3 fatias de melancia).

Suco antioxidante “fora, celulite”

Bata no liquidificador: 200g de cenoura, 1 colher (sopa) goji berry, 100g de erva-doce, suco de um limão, 100ml de água de coco e (opcional) gelo picado.

DICA: os sucos devem ser feitos e tomados logo após para não perderem as vitaminas e, para garantir as fibras dos ingredientes, também é preferível que o suco não seja coado.

No Angeloni, você encontra tudo o que precisa para sua alimentação. Compre pelo site ou visite uma de nossas lojas.